História

Dr. Souto comprou a fazenda em 1970, atendendo a mais a um pedido do seu pai, seu Carlito, que tinha vendido a sua e consequentemente procurava outra, tendo lhe induzido a comprá-la.

Sem uma programação e o que fazer na propriedade resolveu se aconselhar com o Dr. Gabriel Andrade, proprietário da empresa em que estava trabalhando, relatando a sua compra e a sua indecisão sobre o que fazer. Foi quando ele lhe sugeriu: Por que não criar o gado gir? É logicamente deu-lhe as razões deste direcionamento enaltecendo as qualidades da raça de dupla aptidão.

Neste mesmo ano adquiriu dele vinte e seis novilhas Gir e um tourinho – Espantoso – que na época tinha acabado de completar dois anos. Algumas das novilhas já estavam recém enxertadas. Destacamos aqui a novilha Cenoura que aos 10 anos já tinha dado a sua 7ª cria e 4.384kg de leite.

Aprendeu sofrendo bastante, pois comprara terra virgem, sem instalações para o gado, sem pastos e com uma precaríssima casa de moradia. Em 1973, já refeito dos primeiros embates, adquiriu do Sr. Mauricio Andrade – irmão do Dr. Gabriel – um lote de novilhas e vacas em torno de 14, algumas com bezerros ao pé. Em 1974, passou a fazer inseminação artificial onde adquiriu várias doses de sêmen de touros famosos da época.

Em meados de 1974, inscreveu seu plantel no Controle Leiteiro da ABC- Associação Brasileira dos Criadores – onde pode observar o bom desempenho das filhas de Espantoso. Notou que a produção das vacas Gir era superior a das vacas mestiças da região de sua fazenda. Era, então, o único criador de Gir puro da Região. Foi novo ânimo para melhorar o seu plantel. Em fevereiro de 1981, adquiriu 25 novilhas e vacas do Sr. Miguel Ângelo C. Cançado, todas provenientes da fazenda Brasília de propriedade do Sr. Rubens Rezende Peres todas filhas de touros que foram o baluarte daquele conceituado criatório : Hindustan, Darlan, Ramada, Japão, etc...

Nesta mesma ocasião foi realizado um concurso leiteiro de Gado Gir, em Belo Horizonte, onde levou 5 filhas do Espantoso, conseguindo a 2ª a 4ªa 5ª a 6ª e a 8ª colocação, o que deu-lhe ânimo redobrado. Foi premiado em outros concursos ao longo de seis anos seguidos.

Por esta época, em 1982, levado pelo grande impulso que o gado nelore atingiu, o Sr.Torres Homen Rodrigues da Cunha, resolveu vender seu plantel Gir, onde o Dr. Souto o adquiriu, gado este procedente direto da importação de 1962, com excelente caracterização racial e porte e algumas de boa produção de leite, a exemplo de Jalam da Zebulândia, futura mãe de Radar dos Poções e Janã da Zebulândia, matriz com produção acima de 5.800kg de leite e mãe de Bombaim , filho de Naidu(Imp.), vendido para Colômbia, onde se destacou. Adquiriu também, sêmen do touro Atmã, filho do touro famoso Bagaliyo com Malu , ambos importados, vindos do plantel do Marajá de Bhavnagar.

Os melhores reprodutores da Índia, na ocasião, eram filhos de Bagaliyo , tais como: Dilip, Pushpa, Gamano, Rada e Pâma e suas filhas foram recordistas de leite na Índia. Gado este que estiveram no famoso centro de Gado Gir: Nassik.

Em função da ascensão do gado Nelore e a queda dos criatórios Gir, que um grupo de criadores aproveitando a dupla aptidão da raça, resolveram fundar a Associação dos Criadores do Gir Leiteiro – ABCGIL – onde a Fazenda dos Poções foi uma das participantes como fundadora. Desta época em diante o crescimento foi vertiginoso.

Em pouco tempo a lactação das vacas passou da média de 1.500kg de leite para 3.500kg, onde prevaleceu a genética, o manejo, a alimentação e a parte sanitária. Hoje altos índices vem sendo atingido.

Nesta mesma ocasião foi comprado sêmen dos famosos touros Gir: Degas , com várias filhas acima de 5.000kg de leite, Canário DI PO, Katmandu, Folclore ZC, Bahadursinghji, Caxangá, Verdeu Zeb., Ringo JZ e tantos outros.

Em 1988 adquiriu doze vacas da Fazenda Cachoeira, todas com alta qualidade racial, todas filhas da descendência direta do Krishna, sendo que quatro delas se destacaram na produção de leite, a exemplo de Potência DC com lactação acima de 6.200kg.

Em 1989 adquiriu do Sr. Torres Lincoln Rodrigues da Cunha oito vacas na maioria procedente do touro Eco da Sundanagar – o famoso Ceguinho – e do Subud , algumas com boa produção de leite .

Aprofundando na análise do gado verificou a pouca disponibilidade de touros com dados confiáveis, assim como a fraca caracterização racial e porte do Gir Leiteiro nos criatórios em que visitou eram poucos na época.

Algumas questões ficaram sem respostas. Foi então que decidiu conhecer o gado em sua origem: A Índia. País que já conhecia em 1975, visita esta a título de turismo. A primeira visita técnica ocorreu em 1985.

De volta ao Brasil, retornou ao estudo e avaliação do próprio gado, utilizando o que foi observado e assimilado na Índia. Sentiu então que tudo iria ser lento demais. Acompanhou - o neste trajeto o Sr. Pradip B.Raol, assim como seu pai – Sr. Bahadursinghji – que trabalhou com o Marajá de Bhavnagar e grande conhecedor do gado Indiano. Onde pode aprender bastante. Nesta ocasião solicitou ao Pradip os seus serviços, pois ele trabalhara com o Sr.Rubico Carvalho e Celso Garcia Cid, no que foi prontamente atendido, onde passou a ter a sua base na Índia.

Retornando a Índia, onde esteve por 32 dias, palmilhou todo território girista onde descobriu – Pradip e ele – três touros excepcionais, depois de terem visto pelo menos 15 a 20 reprodutores: Premnath, Dadamiyo e Gorak, este último recém campeão na Índia. Todos de excelente caracterização racial e porte, além de filhas com boa produção de leite. Pradip o aconselhou a não negociar os touros, pois para brasileiro o preço seria, no mínimo, cinco vezes maior. Mais tarde, em outras viagens, pode constatar este fato. Pradip se incumbia de fazer as compras. Foi o acontecido.

Providenciaram a ida dos touros para a propriedade de Pradip, onde ele se incumbiria de retirar os semens, tarefa esta que ele já fazia há bastante tempo, inclusive para criadores de Nelore.

Outras viagens foram feitas – mais seis – onde adquiriram os touros Gir: Madhul(1.284kg), Nano Sudhano, Roopano Vod, Tilak, Chandan, Sakinano, Tokariyo, assim como cinco vacas a exemplo de Tokar(mãe de Tokariyo) que pesou 804kg e 32,4kg de leite. Aproveitando suas viagens adquiriu sete touros Nelore, dois Guzerá e semens de touros Tarparkar e Sahiwal(O melhor gado leiteiro da Índia e que a Austrália utilizou para fazer seu gado de leite cruzando-o com Holstein).

Nas exportações feitas para Colômbia, México , Venezuela e outros, todas produções deste gado, filhos de bois indianos, foi o preferido pelos criadores estrangeiros, motivo pelo qual ficou bastante desfalcado destes produtos, principalmente do Gorak e Dadamiyo.

No ano de 1992, iniciou o transplante de Embrião na fazenda dos Poções. Foram selecionadas as principais vacas da fazenda como: Ondina dos Poções, Paquera Poções, Querida Poções, Quitandinha Poções, Potência DC, Esperança Poções, Vanita Poções, Chandrakali Poções, Ternura Poções, Galáxia Poções, Ingrid Poções, Litosfera Poções, Juliana Poções, Jacina Poções e outras que a partir do momento que se inicializou a FIV (Fertilização in Vitro) a fazenda dos Poções partiu para este processo, sempre buscando as melhores técnicas e as mais modernas para atualização e melhoramento do gado Gir. Os touros do seu criatório que hoje são usados :

Natal – Filho de Cenoura e Degas Radar dos Poções – Filho de Jalam Zeb. e Degas, primeiro lugar no Sumário da ABCZ com 632,60 de PTA e 0,87 de Acurácia em 10 rebanhos e 68 filhas no ano de 2005, 2ª lugar no Sumário touros da ABCZ no ano de 2006 e 1º LUGAR NO SUMÁRIO DE TOUROS NO ANO DE 2007, com PTA de 701.21 - 0.90 AC - em 16 rebanhos com 71 filhas. Espantoso – Filho de Krishna Sakina Pushpa com Junção.

Major TE dos Poções - Filho de Espantoso com Paquera dos Poções – Em teste de Progênie. Bombay dos Poções – Filho de Naidu Imp. Com Janã da Zebulândia.

Emulo dos Poções – Filho de Radar dos Poções com Quiçaba dos Poções, touro com ótima caracterização racial e libido.

Vendido para Bolívia e lá provado com 153 filhas. Hoje nossa melhor opção e que tem tido ótima aceitação.

Lacustre TE dos Poções - Filho de Radar dos Poções com Esperança dos Poções, vaca excepcional, produção acima de 6.400kg leite, da melhor família da fazenda.

Oriz dos Poções – Filho de Teatro da Silvânia(Espantoso X Nota) X Taynah dos Poções (Panamá X Jardineira) . Melhor DNA para leite no país. Em teste de progênie.

Ozano TE dos Poções – Filho de Premnath X Paquera. Em teste de Progênie. Plutão TE dos Poções – Bem Feitor X Juliana dos Poções (Radar X Tacada dos Poções) uma das melhores vacas da fazenda com 5.200kg na 1ªlactação. Em teste de Progênie.

Além dos touros Indianos e outros de renomado padrão o nosso criatório sempre foi com o gado a campo, pois não temos baias para um melhor trato. O gado é criado rusticamente. Fazemos sempre duas ordenhas no arraçoamento (na base de 2,5kg/vaca dia) e sem aplicação de qualquer produto,como hormônios e outros medicamentos hoje bastante usados em criatórios.

Nossa ordenha já desde 1996 é mecanizada. Marca Alfa Laval. Em resumo: O Gir é um gado rústico e assim nós o tratamos, sem deixar de utilizar as regras mínimas de higiene, sanidade e dando-lhes bom pasto e silagem na época seca, pois ficamos quase sempre oito meses sem chuvas: de março a outubro. Em razão desta rusticidade temos sempre noticias que nosso gado supera as expectativas de quem os adquire.

E é pensando no legado que irá deixar, no banco genético que vem se formando ao longo destes anos, que o Dr. Souto e a Agro-Pastoril dos Poções vem buscando todos os seus esforços na melhoria e aperfeiçoamento desta raça tão antiga e sagrada que é o Gir Leiteiro.